TRF2 concede prisão domiciliar para o almirante Othon Luiz Pinheiro da Silva, diagnosticado com câncer

In Notícias do Judiciário On

O Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) decidiu conceder pedido apresentado pela defesa do almirante Othon Luiz Pinheiro da Silva, ex-presidente da Eletronuclear condenado em primeira instância pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro, embaraço às investigações, evasão de divisas e de pertinência à organização criminosa. Com 78 anos de idade, Othon Luiz Pinheiro da Silva teve a liberdade concedida pelo colegiado, que apreciou requerimento apresentado pela defesa em apelação cujo mérito ainda será julgado pelos desembargadores.

O pedido da defesa foi feito com base em documentos juntados aos autos, comprovando que o ex-presidente da estatal sofre de câncer. Ele permanecia recolhido há mais de um ano em prisão preventiva, em estabelecimento da Marinha. A primeira Turma Especializada do TRF2 entendeu, por maioria, pela concessão da liberdade ao réu, até o julgamento da apelação.

A medida foi decidida por maioria, nos termos do voto do relator do processo, desembargador federal Ivan Athié, acompanhado pela desembargadora federal Simone Schreiber. O desembargador federal Abel Gomes, que entendia pela concessão da prisão domiciliar, ficou vencido.

Em seu voto, o desembargador federal Athié ponderou que não há mais, no caso, os pressupostos da prisão preventiva, considerando que a instrução do processo penal já foi concluída e que a sentença já foi proferida. De acordo com o Código de Processo Penal, a prisão preventiva tem por fundamentos as garantias da ordem pública, da instrução criminal, da ordem econômica e da aplicação da lei penal.

Processo: 0510926-86.2015.4.02.5101

Fonte: TRF da 2ª Região

Informação em seu e-mail

Assine nossa newsletter e receba, gratuitamente, nossas atualizações!

You may also read!

limite de permanência em cadastro negativo deve ser contado do vencimento da dívida

Como reflexo dos princípios fixados pelo Código de Defesa do Consumidor e das funções típicas dos bancos de dados

Leia mais...

Eleições 2018: TSE aprovou envio de tropas federais para 361 localidades do país

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já autorizou o envio de forças federais para 232 zonas eleitorais em 361 localidades

Leia mais...

Ação de alimentos não pode ser arquivada por ausência do autor em audiência designada com base em resolução do tribunal

Em respeito aos princípios da legalidade, do acesso à Justiça e da vedação às decisões-surpresa, a Terceira Turma do

Leia mais...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu