TSE vai discutir fake news e uso de robôs

Em Notícias do Judiciário

O evento vai discutir as novas regras eleitorais e a influência da Internet nas Eleições de 2018, em especial o risco das chamadas fake news e o uso de robôs na disseminação das informações.

Na próxima quinta-feira (7), o Tribunal Superior Eleitoral sedia o I Seminário Internet e Eleições, realizado em parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e o Comitê Gestor da Internet. O evento vai discutir as novas regras eleitorais e a influência da Internet nas Eleições de 2018, em especial o risco das chamadas fake news e o uso de robôs na disseminação das informações.

A abertura será realizada às 8h30 pelo presidente e pelo vice-presidente do TSE, ministros Gilmar Mendes e Luiz Fux, e pelo ministro da Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab. O seminário será o primeiro de uma série que faz parte do Fórum Internet e Eleições – promovido pelo TSE –, a Escola Judicial Eleitoral (EJE) e a faculdade Mackenzie. O evento prosseguirá nos dias 12 e 13 de dezembro (sendo o último dia destinado a um workshop com reuniões reservadas).

O encontro será dividido em quatro sessões e debaterá alguns temas como “Fake News, Mídia e Eleições”, “Propaganda Eleitoral e Bots”, “Arrecadação de campanhas via Internet” e “Redes Sociais, identidade e anonimato”.

Confira aqui mais detalhes sobre o evento.

Fonte: TSE.

Veja também: Servidora é condenada a 3 anos de reclusão por crime tributário.

Informação em seu e-mail

Assine nossa newsletter e receba, gratuitamente, nossas atualizações!

You may also read!

Para o STJ, não há relação de consumo no seguro DPVAT

Obrigação decorrente de imposição legal, a indenização oriunda do seguro DPVAT não está inserida em uma relação de consumo

Leia mais...

Planos econômicos: STF homologa acordo entre bancos e poupadores

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), homologou nesta quinta-feira (16) acordo coletivo na Arguição de Descumprimento

Leia mais...

Matéria jornalística não pode identificar menor, ainda que indiretamente

O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) veda a veiculação de notícias que permitam a identificação de adolescentes

Leia mais...

Comente:

Seu email não será exibido.

Mobile Sliding Menu